Expoclassics + Antiguidadade

17:33


Olá a todos!
Ontem estava tão inspirada em falar da minha aparição na capricho que acabei esquecendo de comentar o que fiz no final de semana.
Mas separei o post de hoje para isso.
Sábado para mim já não é um dia de final de semana, mais sim de trabalhar bastante no que eu realmente gosto, que é fotografia.
Ainda essa semana quero mostrar alguns trabalhos que fiz recentemente.
Mas no domingo foi dia de passear com o Boy, e o destino foi a Expoclassics que nunca tinha visitado.


Expoclassics é a maior feira de carros antigos em área coberta no Brasil, e nesta feira mais de 760 veículos foram expostos entre eles carros populares e luxuosos, e de marcas conhecida e raras, para o público apreciar.
A feira aconteceu nos pavilhões da Fenac em Novo Hamburgo (acontece todos os anos), e foram três dias de exposição.
Sendo que eu fui no último dia e estava super lotado. Deu para conhecer muito sobre carros, e sonhar em ter uma.
Consegui fotografar alguns carros com a câmera outros fotografei com o celular. Mas separei algumas que realmente ficaram legais, onde o fluxo de pessoas era menor e mais educadas.
Não sei se já falei aqui, mais sou apaixonada por carros antigos, músicas Disco e coisas antigas. E fique maluca nessa feira por dois motivos, uma é essa que já falei a outra vou falar agora.
Consegui fotografar alguns carros com a câmera outros fotografei com o celular. Mas separei algumas que realmente ficaram legais, onde o fluxo de pessoas era menor e mais educadas.

Com era minha primeira vez na feira, não sabia que no segundo andar me aguardava mini surtos, e mini infartos do coração.
Pelo simples fato de ter um brick, que relembravam a infância dos meus pais, da minha infância e minha paixão por câmeras fotografias, filmes, rádios, Lps, gibis, máquina de escrever... enfim estava no paraíso. Amei aquela parte, e me arrependo de não saber disso antes, para levar muitas ‘’ granas’’ e comprar muitas e muitas câmeras. Todas que eu não tenho.

Essas garrafinhas tinha várias, na casa da minha vó, e meu tios não deixavam eu pegar ou diziam se eu tomasse eu iria morrer.
Já essa caixinha de música, fiquei apaixonada. Minha mãe ganhou uma dessas quando fez 15 anos. Esse presente na época era bem conceituado. Era como dar um câmera ou celular.
Vou ser a pessoa mais zuada, depois que eu dizer que não sei qual a diferença de um Nintendo ou qualquer outro vídeo game.
Minha infância foi na rua, bem longe da tv e dos jogos. Era mais de brincar de Barbie, andar de bicicleta, tirar as roupas do guarda roupa e brincar de loja ou desfile.

Sei que muitos vão olhar essa foto e pensar na sua infância. Foi assim com o Boy quando viu pra vender esse Nintendo 
E esse carrinho?
Alguma coisa me dizia que eu tinha que tirar foto para mostrar pra minha mãe. E quando mostrei ela disse que Euzinha andava dentro. *o*
Nem é tão antigo assim esse carrinho né. Hfuhfuhfuhhhu

Já o fofão me lembrou como eu não gosto dele, acho ele muito bochechudo e não sei como as crianças gostavam dele. Mas a Priscilla <3


Brincadeiras a parte, mas sim isso acontece toda vez que vejo câmeras antigas, e se estiver à venda, mais pirada ainda!
Os preços estava bons, ou nem tão bons assim. Pois nem todas funcionavam pelo preço que estava.
Em um desses expositores, encontrei a Paula ou Paulinha que também ama fotografia. Ela comentou que ano passado ela adquiriu uma Polaroid por R$80,00 dilmas, só que a realidade desse ano estava bem diferente.
A mais Cara estava 290,00 em funcionamento e a mais em conta 35,00 e não funcionava.
Pensando nisso resolvi tirar fotos delas, para lembrar, e ver o quanto elas estava caras. Mentira só tirei pra ter elas e colocar no meu mural, pois vou revelar.

Minha favorita <3
Espero que tenham gostado do post, e se sim quero saber aqui nos comentários.

Beijos 

You Might Also Like

0 comentários

Subscribe