Aceite como você é!

16:26

Olá Gurias!
Já que somos amiga,vou contar um pouco do que passei por esse anos todos.


Eu sempre fui a menina magrinha,com sardinhas no nariz e feia da sala de aula.
Ganhei inúmeros apelidos,pelo meu sentido físico e pelo modo que eu levo a vida.
Lá no inicio,era bem difícil de encarar essas situações,pois sempre tinha uns engraçadinhos que adoravão tirar sarro da cara das pessoas, ate mesmo se sentiam ''superior''pois tinha um caderno de um personagem ,ou uma caneta colorida que eu não tinha.Mas tinha meus colegas que estavão sempre comigo,nas horas de fazer os trabalhos.

Como eu gostava de me divertir,correr brincar...Enfim eu era criança...
No pega-pega ou pique- esconde,sempre eu que começava,mesmo se a aluna mais 'bonita' começasse  antes de mim.Era sempre uma tragédia,nunca conseguia pegar ninguém,terminava o recreio e eu ali correndo igual uma tontinha.E quando eu pegava sempre tinha uma segunda,terceira,quarta chance,para a pessoa que eu tinha pegado.
Mas isso era lá  nas séries iniciais, por que tudo mudo depois da 5º série ou piorou  de vez.
As matérias forão divididas em períodos.Tocava o sinal e o professor ia em bora e entrava outro no lugar,com outra disciplina.,com outro humor,com outras histórias.
De português ao Inglês.De professora super querida,até a insuportável que salivava (guspia) na tua cara,enquanto dizia a pagina do livro.
Troca rápida e confusa para a minha cabeça pequena e quase sem  intendimento.
Os meus colegas que estavão sempre comigo,só queriam saber em individualidade,de namoro,de ficar,de jogos de computador.
E eu?
Para não ser diferente dizia que também gostava de um garoto,só que ele era uns 5 anos mais velho que eu.(riam de mim claro mas fazer o que?).

Mas era gostar,admirar só isso.Não pensava em ''ficar'',beijar era nojento pra mim.Eu ainda brincava com as minhas Barbies,fazia casinha para elas,arrumava seu cabelo e as minhas amigas queriam beijar?
Tudo isso e mais uns problemas familiares, ainda mais confundia a minha cabeça.
Foi que eu acabei reprovando na escola,por falta de nota em duas matérias.
Mas posso dizer que foi a melhor coisa que me aconteceu.
Ganhei uma segunda chance,e essa turma era como eu.Claro que tinha umas safadinhas,mas não andavam comigo.
Tomei gosto pelo estudo,queria ser sempre a primeira da classe.Bem que eu disse queria,mas dava o meu máximo sempre.Notas baixas nunca mais.

Mais passou alguns anos,na sétima serie eu com 14 anos,achei que era a hora de conhecer alguém que não fosse minha paixão platônica.
Bom tinha um colega meu ,que era muito quieto no começo do ano,mas depois ele começou a se enturmar.No começo ele era super querido,não era bonito,me passava música,ou emprestava um CD(sei que é velho,antes fosse um disquet),faziamos trabalho juntos,ate que um dia eu fui falar meus sentimentos para ele,e ele ficou tipo,não isso não pode,por que não pode,por que não fazia o tipo dele...A tristeza tomou conta.Só que a partir daquele dia ele nunca mais olhou na minha cara,nunca mais fez trabalho comigo e se eu chegasse perto dele ele se afastava como se eu fosse alguma coisa ruin,que fosse contagiosa.

Mas quando era pra pegar as respostas  das perguntas,era sempre o meu caderno que ele pegava.Eu bobinha e apaixonadinha não via que ele era meu ''amigo'' somente nessas horas.
Depois de algum tempo percebi,que eu só era um brinquedinho.Por traz de mim ria e me chamava de seca.Quem quer uma pessoa assim?  
Desacreditada na vida,perdi total vontade de um dia  me interessar por alguém.Pois achava que todos viam algum ''defeito'' em mim,como minha magreza,não ter seios,ou bumbum,minha sardinhas no nariz,meu jeito meio doidinho,ou por gostar de moda,por estar maquiada...
Aprendi a gostar de mim primeiro.
Amo minhas sardinhas,adoro ser magra,Moda e beleza é o meu estilo de vida.
Se todos nos fossemos padrão o que seria deste mundo? 
     
De todos os apelidos que ganhei,de todas as pessoas que de um certa forma me ofenderão. Eu agradeço  pois aprendi a gostar mais de mim,de me sentir melhor,de ser melhor a cada dia.Eu superei muitas coisas para estar onde eu estou.
Des das ''bobagens'' de criança,quando um queria ter o melhor material ou merenda do que o outro,das meninas colocando você pra baixo,pois já tinha ficado e tinha mais ''corpo'' do que você, e os projetos de garoto que não gostava de menina seca,mas sim das  '' gostosas''.   
E ainda me supero,pois o que ta escrito no caderno vai te dar um futuro e não a capa.
Menina beijando na boca com 12 anos,isso é ridículo.E agora? teu corpão?ta tudo em cima ainda amiga? 
Projetos de garoto,vai ficar achando que gostosura vai ficar pra sempre,nem tudo é pra sempre. Inteligência seria uma boa ideia,para investir no pra sempre!
                                        

Espero que tenham gostado,pois foi muito profundo esse pequeno texto.




You Might Also Like

3 comentários

  1. Que lindo Dhani!!!!!!
    amei essa publicação! E gostei mais ainda de eu ter feito parte disso s2

    beeijoss

    ResponderExcluir
  2. Obrigada amiga.
    fez e faz parte dela <3

    ResponderExcluir
  3. Sua história é bem parecida com a minha. Acho que só foi no colegial em que eu aprendi que ser inteligente é uma das qualidades mais lindas do mundo <3

    Beijos
    http://vai-sonhando.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Subscribe